Categoria

QUADRINHOS

em QUADRINHOS

BATTLE ANGEL ALITA

Meu contato com GUNNM foi em 2003, quando eu estava na oitava série, e precisava juntar cada trocado para conseguir comprar um gibi. Os mangás começavam a despertar a curiosidade dos brasileiros, era um mundo totalmente novo para a maioria, e eu procurava algo que me entusiasmasse tanto quanto as histórias da Marvel e DC. As edições de GUNNM da JBC eram pequenas, finas e baratas, ou seja, cabiam no meu orçamento. Sem falar das belíssimas capas, onde uma garota ciborgue,…

Continue lendo
em QUADRINHOS

SEMILUNAR

Maria é uma adolescente que enfrenta três grandes problemas: o primeiro, é sua disfemia, a popular gagueira, que inibe sua fala, menos quando ela recita poemas ou canta; o segundo, é o bullyng que sofre no colégio, em parte devido à sua gagueira; e o terceiro, é a pressão de sua mãe, uma cantora fracassada que insiste para que a filha obtenha o sucesso que ela nunca conseguiu. Tudo isso, somado às inseguranças e dramas comuns da adolescência, empurram o…

Continue lendo
em QUADRINHOS

JUSTIN

A França, em 2010, foi o primeiro país a retirar a transexualidade, gênero oposto ao designado no nascimento, da lista de transtornos mentais. Em 2013, a OMS fez o mesmo. Ou seja, se não é uma doença agora, nunca foi uma doença. Na obra de Gauthier, Justine, a personagem principal, é um garoto que nasceu no corpo de uma garota, só que em 1983, quando a transexualidade ainda era considerada uma doença.

Continue lendo
em QUADRINHOS

APESAR DE TUDO

O livro ilustrado APESAR DE TUDO segue o mesmo molde de um outro livro da editora, A PARTE QUE FALTA, só que menos pessimista na sua mensagem. Os desenhos também são de linhas simples, sem detalhes, cores básicas e limitadas, cada um deles ocupando uma página inteira, ou mesmo duas. Não existem diálogos, apenas algumas frases ditas por um narrador invisível.

Continue lendo
em QUADRINHOS

TRÊS SOMBRAS

Em TRÊS SOMBRAS, conhecemos uma família que leva uma vida simples e pacata no meio da natureza. Porém, toda essa tranquilidade acaba no dia em que eles avistam três sombras no horizonte. Essa é uma história tocante e repleta de metáforas e simbologia. Cada personagem é único e completo à sua maneira.

Continue lendo
em QUADRINHOS

A REVOLUÇÃO DOS BICHOS

Se me perguntarem por um clássico que sempre se manteve atual, principalmente este ano, 2018, não me vem à mente outro que não A REVOLUÇÃO DOS BICHOS. Escrito em 1945, poucos meses após o fim oficial da Segunda Guerra Mundial, ele é uma crítica direta à política de Stalin, na então União Soviética, por realizar uma interpretação própria do marxismo para estabelecer uma verdade totalitária e fascista.

Continue lendo
em QUADRINHOS

CANNON

Antes de falar sobre CANNON, é necessário passar algumas informações sobre seu autor, Wallace Allan Wood, porque, do contrário, possivelmente, você irá sentir uma certa repulsa por sua obra.

Continue lendo
em QUADRINHOS

NIMONA

NIMONA é uma Graphic Novel, ou HQ, se assim você preferir chamar. Eu prefiro “quadrinho“. Aliás, fazia muito tempo que eu pegava um quadrinho para ler. Não poderia ter escolhido melhor para retomar essa paixão de infância.

Continue lendo
em QUADRINHOS

DUAS VIDAS

O ser humano, na sua maioria, tende a pensar que viverá para sempre, mesmo sabendo que não. A maioria de nós empurra muitas vontades, muitos sonhos, porque acha que não é a hora certa, que não está preparado, que não tem coragem, que não tem tempo, que pode esperar, que terá tempo mais tarde, amanhã. Então, acontece algo, ou a pessoa envelhece, e descobre que não terá mais tempo, que desperdiçou momentos de sua vida em coisas que não a…

Continue lendo
em QUADRINHOS

UM PEDAÇO DE MADEIRA E AÇO

Um autor de quadrinhos precisa possuir a habilidade de criar uma narrativa coerente escrita e uma narrativa coerente visual. Não adianta apenas criar uma boa história, a composição e a sequência dos quadrinhos precisa acompanhar o que está sendo contado nos balões. Mas existem aqueles autores que vão um pouco além disso, quando eles conseguem criar uma narrativa visual suficientemente completa e compreensível para não precisar da narrativa escrita, ou seja, com a ausência de balões ou qualquer texto.

Continue lendo
em QUADRINHOS

ELRIC: O TRONO DE RUBI

Embora seja um personagem antigo, criado nos anos de 1960 por Michael Moorcock, sinceramente, eu não conhecia Elric. Acho que já havia visto uma ou outra capa de um dos seus livros, e sabia que as histórias tinham sido adaptadas para os quadrinhos, mas nunca me interessei. Ele participou de um encontro com Conan em uma edição publicada em 1971, mas acho que nunca li. Ou se li, não lembro. De qualquer forma, a HQ da Mythos, cujo roteiro é…

Continue lendo
em QUADRINHOS

PLUTO

Poucas pessoas nunca ouviram falar de ASTRO BOY, ainda mais depois do filme animado de 2009, que contou com as vozes de grandes astros americanos, como Nicolas Cage, Samuel L. Jackson, Charlize Theron e Donald Sutherland. O enredo girava em torno de um menino robô, que foi criado por um cientista como substituto pelo seu filho falecido em um acidente. Mas o cientista acaba por rejeitar sua criação, quando percebe que ele não seria capaz de preencher seu vazio, e…

Continue lendo
em QUADRINHOS

A ORIGEM DO MUNDO

O livro A ORIGEM DO MUNDO – UMA HISTÓRIA CULTURAL DA VIAGINA OU A VULVA VS. O PATRIARCADO, nada mais é que uma HQ criada pela autora sueca Liv Strömquist. Essa HQ não pretende apenas tirar o fôlego de quem lê o título, ela quer nos fazer repensar sobre assuntos nada complexos, porém pouco falados: a vulva (isso mesmo a vulva), menstruação, clitóris e orgasmo feminino, dentre outros temas que foram deturpados pelo patriarcado.

Continue lendo
em QUADRINHOS

OUSADAS + NOVE EXEMPLOS DE MULHERES INCRÍVEIS

O que define você como pessoa, o que define seu caráter, não é o que você diz, mas o que você faz. Aquela máxima, “falar é fácil”, está corretíssima. A menos que o que você diga, faça acontecer algo, seja seguido de uma ação que corrobora o dito, as palavras se perdem ao vento. E é ação, atitude, coragem, comprometimento, obstinação, compaixão, amor, que você encontra nas quinze histórias, das quinze mulheres, das quinze gigantes, que compõem OUSADAS, uma HQ…

Continue lendo
em QUADRINHOS

A LOUCA DOS GATOS

Quem aqui nunca viu uma das tirinhas de Sarah Andersen? Meu amigo, se você ainda não viu, o que você faz na internet? Um dos maiores fenômenos vem sendo o sarcasmo combinando com a realidade de Andersen, e eu nunca me senti tão feliz de ter um livro desses em minhas mãos.

Continue lendo
em QUADRINHOS

HABIBI

HABIBI é uma Graphic Novel que une elementos da cultura árabe, religiosidade e duras realidades. Dodola e Zam, nossos protagonistas, se encontram em um momento de extremo sofrimento e, lado a lado, eles crescem e desenvolvem sentimentos conflitantes um pelo outro. Essa é uma história que me incomodou e me deixou desconfortável em muitos momentos. As ilustrações são fortes e envolvem violência física e sexual. Eu as achei realmente fortes e, por vezes, desnecessárias. Dodola adota Zam e o cria…

Continue lendo
Fechar