em LIVROS

A CRIANÇA NO TEMPO

Acredito que perder um filho seja a dor mais intensa, persistente e incurável que uma pessoa pode sentir. Não consigo imaginar como superar um sentimento desses. Alguns anos atrás, assisti a um filme que se chamava O TURISTA ACIDENTAL. Nele, o personagem principal, vivido por William Hurt, perde o filho em um acidente de trânsito. A história gira em torna da depressão que toma conta dele após a tragédia, da tristeza profunda pela falta do filho, do abandono da vida…

Continue lendo