em LIVROS, TOP COMENTARISTA

MAS TEM QUE SER MESMO PARA SEMPRE?

Uma das grandes tristezas que marcam a “jornada do leitor”, é começar um livro com grandes expectativas, acreditando no potencial da narrativa pelo que já lhe foi apresentado do(a) escritor(a), e se descobrir no meio de uma história que poderia, sim, ser incrível, mas se perdeu em meio a personagens chatos, pouco carismáticos.

Continue lendo