Tag

Thriller

em LIVROS

O HOMEM DE GIZ

A história de O HOMEM DE GIZ se divide em dois tempos distintos: acompanhamos os personagens quando eram crianças, trinta anos no passado, em 1986; e acompanhamos esses mesmos personagens em 2016. A narrativa, tanto do passado, quanto do presente, é em primeira pessoa, feita por Eddie, um garoto introvertido e cleptomaníaco (rouba pequenos objetos por impulso). Ele começa contando como o corpo mutilado de uma garota foi encontrado em um bosque, nos arredores da cidade, cuja cabeça jamais apareceu….

Continue lendo
em LIVROS

UMA ESTRANHA EM CASA

UMA ESTRANHA EM CASA é o segundo thriller da autora Shari Lapena, cujo primeiro, O CASAL QUE MORA AO LADO, se tornou bem conhecido, porém dividiu muitas opiniões; há quem gostou e quem não achou graça nenhuma. Com UMA ESTRANHA EM CASA não é diferente.

Continue lendo
em LIVROS

PARA SEMPRE PERDIDA

Jane é a filha mais nova de Anna e Tom. Uma noite, ela acorda por causa de um barulho, se levanta e anda pelo corredor da casa. Não vendo nada, ela retorna. É quando nota uma mão grossa, peluda, de alguém alto, na porta do quarto de sua irmã mais velha, Julie. Jane, com medo, se esconde dentro do armário do corredor. Pela fresta da porta, ela vê um homem levando sua irmã com uma faca em suas costas. Sem…

Continue lendo
em FILMES

MILLENNIUM: A GAROTA NA TEIA DA ARANHA

A trilogia Millennium é um dos maiores sucessos literários da história. De origem sueca, a série original, contendo três volumes, já foi adaptada para o cinema em ótimas produções europeias. Também teve seu primeiro livro adaptado pelo cinema americano no excelente filme protagonizado por Rooney Mara e dirigido pelo grande David Fincher, o mesmo de GAROTA EXEMPLAR.

Continue lendo
em LIVROS

A GAROTA NA TEIA DE ARANHA

A trilogia Millennium, não era uma trilogia? E o autor original já não tinha falecido? Sim para ambas as perguntas, mas, depois de anos, a editora dos livros parece que viu necessidade de continuar a trama de Lisbeth e Mikael. Aqui vamos discutir se isso era necessário ou não.

Continue lendo
em LIVROS

O ÚLTIMO SUSPIRO

As redes sociais, como Facebook, Instagram, Twitter, LinkedIn, por exemplo, passaram a fazer parte da forma como as pessoas tentam passar como se comportam, e como se comportam realmente, uma vez que, em muitos casos, esses comportamentos não são condizentes. Também passaram a fornecer inúmeras informações sobre gostos, opiniões e desejos das pessoas. Mais que isso: passaram a fornecer localização. E tudo isso somado, torna-se muito, muito perigoso.

Continue lendo
Fechar